Carlos Tavares: China e a economia de mercado, portos ignorados e cassinos reivindicados

CHINA

Recentes dados sobre a superpotência asiática – como sempre pouco ou não publicado na mídia local – demonstram como se adaptou bem à economia de mercado. Com registro existem agora mais de 100 milhões de empresas privadas e 802 milhões de usuários da internet (smartphones), além de 34 milhões de estudantes universitários.

E, mês passado, o vice-presidente da Federação do Comércio e Indústria da China, Huang Rong, informou que entre as 500 maiores empresas, as nove principais – lideradas pela Huawei, de equipamentos de telecomunicação e a Suning de comércio eletrônico – renderam US$ 44 bilhões. E dezoito delas estão no grupo das maiores empresas do mundo. Curiosamente, a China reduziu para 92 o número de empresas federais, enquanto o Brasil aumentou para 154.

PORTOS/CANDIDATOS

Recente estudo da CNI demonstrou que o estratégico setor portuário, com estruturas quase obsoletas, abandonado pelo Governo, em 2017, teve o menor investimento público em 14 anos. Foram apenas R$ 175 milhões, da previsão de R$ 600 milhões. Em correta apreciação, o representante da entidade industrial, Wagner Cardoso, afirmou : “Há uma capacidade gerencial e normalmente as Docas estão embaixo de um apadrinhamento político”.

Talvez ( ou certamente ? ) essa indevida tutela política seja responsável pelo atraso e, coincidentemente, com o sumiço dos bilhões apurados com as nefastas licitações, e destinados a obras portuárias. Lamentavelmente, esse importante setor da economia nacional não tem destaque nos debates nem nos programas dos candidatos presidenciais.

CASSINOS

Dois recentes fatos sinalizaram para a mais do que necessária reabertura dos cassinos. Em primeiro foi a decisão do Fórum Nacional das Secretarias/Dirigentes Estaduais de Turismo (Formatur), presidido por Leandro Garcia (de Goiás), de reivindicar a “legalização dos cassinos para atrair turistas e favorecer a arrecadação”. O outro foi a criação da Caixa do Portal Loterias Online, com site, na internet, de apostas Mega-Sena, Lotofácil, Lotomania, Quina, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Dia de Sorte.

Falta agora a reabertura dos cassinos, com o que estão de acordo os presidentes da Câmara e do Senado. A propósito, são incalculáveis os prejuízos à economia brasileira – arrecadação de tributos, turismo, empregos, etc – causados nessas sete décadas de vigência do danoso decreto determinado por Dna Santinha Dutra, para resolver problema familiar.



menu
menu