Economia registra menor inflação no ano desde 1998

A economia brasileira registrou 0,11% de inflação entre os dias 15 de agosto e 15 de setembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (21) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É o menor índice para um mês de setembro desde 2006, quando ficou em 0,05%.

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15) é o indicador do IBGE que mede a inflação entre o dia 15 do mês anterior e o dia 15 do mês atual, calculado em 11 cidades brasileiras.

A inflação de 0,11% registrada até agora em setembro está abaixo do registrado em agosto (0,35%) e do índice de setembro de 2016 (0,23%).

No acumulado do ano, o IPCA-15 foi de 1,90%, bem abaixo dos 5,90% registrados no mesmo período do ano passado. É a menor inflação acumulada desde 1998, quando o índice foi de 1,63%.

Para os últimos 12 meses (outubro de 2016 a setembro de 2017), o índice foi de 2,56%, abaixo dos 2,68% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Também foi o menor indicador do período desde 1998, quando os 12 meses terminados em setembro registraram variação de preços de 2,45%.

Das 11 cidades analisadas, quatro registraram deflação (quando a média geral dos preços cai): Recife (-0,09%), Fortaleza (-0,24%), Salvador (-0,19%) e Goiânia (-0,29%).

Setor de transporte teve maiores altas

Na análise do IPCA-15 por setor da economia, a maior variação foi do grupo transportes (1,25%), puxado pela alta de 21,3% nas passagens aéreas e de 3,43% nos combustíveis — sendo 3,76% para gasolina e 2,57% para o etanol.

Veja a inflação registrada nas 11 cidades brasileiras:

Brasil: 0,11%

Rio de Janeiro: 0,30%


Porto Alegre: 0,22%

Belo Horizonte: 0,15%

Recife: -0,09%

São Paulo: 0,11%

Brasília: 0,69%

Belém: 0,08%

Fortaleza: -0,24%

Salvador: -0,19%

Curitiba: 0,12%

Goiânia: -0,29%



menu
menu